Passatempo “Eu quero provar a marmelada”

 

Quando perguntei lá na nossa página do FB quem gostava de marmelada branca – doce conventual típico aqui da minha terra – sempre pensei que fossem muitos mais os adeptos desta iguaria, mas pronto. Seja como for, V. Exas. estão prestes a tomar conhecimento [e a ser fortemente instigados a participar] no primeiro passatempo deste nosso Take us to Bruges.

 

Se quiserem, esta foi a forma que encontrámos de vos retribuir todo o carinho e todo o apoio que nos deram ao longo deste ano. É verdade, este mega dream completou um ano no dia 15 de Maio e a efeméride só não foi assinalada porque eu andava com uma telha descomunal e desacreditada da vida e essas coisas todas e sem tempo ou vontade para nada.

 

Posto isto, iremos oferecer uma caixinha de Marmelada Branca – certificada como doçaria conventual – àquele embaixador que nos conseguir apresentar a foto mais original com um cartaz ou uma folha A4 [que nós não somos esquisitos] que diga “Take us to Bruges”. Pode ser na praia, no campo ou na cidade. Com o cão, o gato e o periquito. Sozinhos ou em grupo. Na mercearia do bairro, no café ou na esplanada. Em terra, no mar ou no ar. É como quiserem. Sejam criativos.

 

As fotos podem ser publicadas pelo próprio no nosso mural do FB ou enviadas por e-mail: takeustobruges@gmail.com, até dia 15 de Junho [à meia-noite]. Todas elas serão publicadas aqui no blog.

 

A foto mais original, que será escolhida por mim e pelo gato e por mais uma alminha amiga que por aí hei-de encontrar, terá direito à bela da marmelada.

 

Pronto e é isto. Gostava muito de vos poder oferecer carteiras e vernizes e cremes todos pipis para o vosso corpinho lindo, ou aquele perfume sensação ou, quem sabe até, um fim-de-semana à beira mar num resort fantástico, mas não. Por aqui o melhor que se consegue é doçaria conventual cá da terra. Uma marmelada de comer e chorar por mais.

 

Quem quer?

 

 

 

Ontem, o Paxá serviu de modelo. Obrigada Maria Inês.