Onde está o Wally

Bem sei que a vida é uma correria. A minha, a vossa, a de toda a gente. Acontece, a bem do meu sistema nervoso central, que eu não posso no fim de cada leilão ficar eternamente à espera que quem licitou algum artigo e não deixou contacto [ou link] me apareça do e-mail. Não é razoável. Nem para mim nem para vocês. E não só não é razoável como me obriga a uma logística que neste momento requer tempo. Tempo esse que preciso para me dedicar a outras facetas do projecto. Posto isto e depois deste discurso todo bonito o que vos peço é o seguinte: quando fizerem as vossas ofertas lá na caixa de comentários, deixem-me o vosso e-mail para que no fim de cada leilão eu vos possa contactar. Não tem nada que saber. Atentai no exemplo:

 

Olá Maria. Eu sou a Albertina. Ofereço 20 gatos pelo artigo X e o meu e-mail de contacto é: albertina-quer-livros-bons-e-baratos@gmail.com

 

Garanto-vos que será bem mais fácil para todos. Para mim, para vocês e até para o gato. Sendo certo que, de futuro, só serão válidas as ofertas onde conste o e-mail de quem licitou.

 

 

* Pessoas que já me contactaram e estão à espera de um e-mail meu: esta noite, lá para as cinco da manhã vou aparecer-vos. Contem comigo. Estou quase, quase, a escrever-vos, an. Deste fim-de-semana não passa. Até já.